sábado, 24 de novembro de 2007

Crónica de uma Morte Anunciada II

Breve Explicação do Esquema da(s) Pirâmide(s)

(Ou: Porque é que eu acho que a AGEL é uma empresa desonesta, porque é que o negócio pode assentar numa fraude sócio-económica, e porque é que algumas das informações que vos são passadas por "distribuidores" da empresa são trafulhice).


------------------------------ EDIT 28/02/2008
A explicação que se segue está carregadinha de erros de pormenor (a questão da conversão para VC, por exemplo, e a inexistência da comissão de 8% sobre os patrocinados directos) - no entanto, decidi não emendar nada por duas razões fundamentais:

1 - Esta foi a minha percepção da realidade depois de me terem explicado duas vezes o plano de compensações - creio que muita gente que é aliciada fica exactamente na minha situação - sem perceber ao certo muitos dos valores e dos cálculos envolvidos.

2 - As conclusões finais a que pretendo chegar mantêm-se inalteradas, apesar dos erros nos cálculos.

------------------------------------------------


- 2ª parte -

No "Plano Básico" da Agel, a coisa funciona assim:

- Pagamos 240€ pela adesão e recebemos logo 4 caixas com o produto (120 pacotes de gel).

- Ficamos com direito a explorar 1 centro de negócio.

- 1 Centro de negócio significa que entramos na pirâmide com apenas dois "braços", e podemos "angariar" novos colaboradores para colocar por baixo desses braços.

- Pagamos mensalmente o valor de 60€ à Agel. Em troca recebemos 1 caixa de produto. Este valor é de pagamento mensal mínimo obrigatório para podermos receber commissões.

- Podemos receber "comissões" de duas maneiras essenciais: a) por cada nova pessoa que inscrevermos na rede - e que fica abaixo de nós na pirâmide (8% sobre a mensalidade); b) por cada compra que essas pessoas fazem todos os meses (10% sobre a mensalidade).

- Estas "comissões" são calculadas apenas em função do nosso "braço" menos rentável.

Para comodidade/simplificação da explicação seguinte, assumi que:
- A qualquer momento da escala temporária, os "braços" têm a mesma rentabilidade, i.e., em cada um deles há a mesma quantidade de membros inscritos
- Cada pessoa que entra consegue colocar, apenas e só, mais duas pessoas na pirâmide.
- Os valores apresentados nas imagens representam 120€ de pagamento mensal.
- Não há valor de encomenda inicial. Estou a fazer cálculos logo com as prestações por ciclo.
- Não há "Planos Executivos" representados, devido à sua complexidade nos cálculos.
- Ninguém vende o produto para fora da rede.
(no modelo real, estes factores todos variam)


O Início de Tudo - o Big Bang

Num dado momento do tempo (chamemos-lhe momento 0), a Agel inicia uma pirâmide e coloca lá um membro. Esse membro fica a pagar 120€ por mês e em troca, recebe 2 caixas de pacotes de sumo. Como não há mais membros abaixo dele, não tem nenhuma fonte de rendimento.



Num dado momento 1, forma-se o segundo nível hierárquico da pirâmide. O primeiro membro já conseguiu colocar duas pessoas por baixo dele. Cada membro contribui com 120€ por mês - a Agel está a ter 360€ de receitas, e, em contrapartida, o primeiro membro começa a receber comissões do seu "braço" mais fraco: 10% de 120€ (valor sobre as compras do membro abaixo, lado direito) e mais 8% de 120€ (valor por ter colocado esse mesmo membro).


Num dado momento 2, forma-se o terceiro nível hierárquico da pirâmide, constituido por 4 novos membros. Por mês, a Agel passa a receber 120€ de um total 7 membros, e passa a pagar comissões a 3 desses membros. O primeiro membro recebe 10% do valor de compras do seu braço mais fraco, e mais 8% por ter inscrito um membro nesse braço. Ainda não há nenhum membro a receber o suficiente para ter lucro.



Num dado momento 4, (saltei por cima do três, que era muito parecido com o 2), já temos cinco níveis hierárquicos na pirâmide. A novidade é que já há uma pessoas a ter lucro. O primeiro de todos os membros a entrarem no esquema, está com saldo positivo. Para esta pessoa estar a ganhar dinheiro, temos trinta outras que estão a ter prejuízo. Reparem na receita da AGEL...



O ponto de Saturação

Num dado momento n, teremos atingido o 19º nível hierárquico da pirâmide. Nesta altura há cerca de 525.000 membros inscritos no esquema, metade deles no último nível da pirâmide. Quanto a contas, por esta altura a Agel está a receber de receitas brutas mensais cerca de 63.000.000€, e está a pagar, em termos de comissões, cerca de 56.000.000€, ficando com um saldo positivo de cerca de 7.000.000€. Neste momento n, ninguém no último nível da pirâmide está a receber comissão alguma, os dois níveis imediatamente a acima não estão a receber o suficiente para pagar o investimento, e o quarto nível a contar do fim está em equilíbrio precário (vamos imaginar que não há lucro nem prejuízo para esses).


Vamos também supor que por esta altura o mercado português atinge o seu ponto de saturação (ver gráfico na mensagem anterior). Não se conseguem angariar mais membros para a pirâmide. O pessoal dos últimos níveis bem que tenta, mas ninguém lhes dá pala.

O que acontece depois?

(continua na próxima mensagem)

17 comentários:

Anónimo disse...

Falas, falas, falas mas sabes como funciona o negócio.
Podes não concordar não mostra a realidade, as comissões que estás a falar não existem... Esta tua brilhante conclusão e explicação é ridicula.
O que sabes sobre a Agel? Foste a uma reunião? Viste uma apresentação? Se calhar não foi da Agel que viste... não dizes nada com nada!!!!!
Acorda para a vida. Informa-te

Anónimo disse...

É POSSIVEL COMENTÁRIO ALGUMA COISA NESTE BLOG?
HÁ CENSURA DE CONTEUDO, OU É SÓ DE PALAVRÕES?

Pedro Menard disse...

Ao primeiro anónimo:

Admito que não sei exactamente como é que tudo funciona. Há informações que não tenho (e que adorava ter).
Mas talvez o senhor não se importe de nos explicar a todos. Desafio-o a fazê-lo aqui, ou noutro espaço qualquer ao seu gosto, desde que fique disponível na Net, para toda a gente poder consultar e comentar.
Como eu disse na mensagem do blog, há coisas que tenho de assumir. Por exemplo, não posso falar do "plano executivo" dada a sua complexidade. Estou a assumir também que cada pessoa só coloca mais duas pessoas. Estou a deixar de fora a pagamento inicial.
Mas diga-me o que é que está mal que eu corrijo. Estou aqui para falar da verdade, não para distorcer as coisas.

Agradecido,

Pedro Menard disse...

Ao segundo anónimo,

Podem comentar o que quiserem desde que não insultem nem ameacem ninguém.
Agradece-se que mantenham algum nível na conversa. Palavreado desapropriado será obviamente deixado de fora.

Cumprimentos,

Hugo Rodrigues disse...

sinceramente, não sei não, uma pessoa como eu que ainda não sei tudo da agel a 100% (estou á 3 semanas na agel) consigo tirar só deste artigo muitas barbaridades que diz, imagine alguém que já está no negocio á muito mais tempo, deve de se fartar de rir com isto, já muitas pessoas lhe recomendaram ir a uma apresentação da agel, acho que era o melhor para si, depois de perceber a agel sim se achar que está alguma coisa mal, critique então, mas como você próprio o diz não sabe tudo, como é possível falar-mos de uma coisa que não sabemos.

eu sei pouca coisa de cozinha, como me é possível criticar qualquer que seja o assunto relacionado com o mesmo? não sei como é possível falar-mos sobre algo que não conhecemos a sério.

para lhe dar exemplo de barbaridades que diz, aqui vai uma você diz "Pagamos mensalmente o valor de 120€ à Agel. Em troca recebemos 2 caixas de produto. Este valor é de pagamento mensal obrigatório. Se não o pagarmos, ficamos fora da pirâmide e fora do negócio." primeiramente o valor não é de 120€ nem de 2 caixas, se quiser encomenda apenas 1 caixa pode encomendar logo não serão os 120€ serão metade, logo ai não está bem informado, depois "se não o pagamos ficamos fora da pirâmide e do negocio??" ficamos sim se não fizermos nenhuma encomenda em 3 MESES isso sim, nada do que diz nessa frase é inteiramente verdade.

não me quero alongar muito, mas outra coisa que fala, é o saldo da AGEL dá-lhe muita aflição a agel estar a ganhar dinheiro, mas não é bem como diz ou melhor não é nada como diz, primeiro os 120€(que não são) obrigatórios, os 240€ de entrada, isso não é tudo lucro para a agel, primeiro nesses preços já vêm expressos os portes e os produtos vêm do estrangeiro, e também nesse preço já está incluído o IVA a 5%, e já agora a agel não fabrica produto á borla, tem de pagar para os fabricar, logo os preços que eles praticam para os produtos não são caros nem baratos são os justos para os produtos normais como outros suplementos alimentares..

cumprimentos

Pedro Menard disse...

Ao senhor Hugo Rodrigues,

A falar é que nos entendemos.
Vou emendar a informação de que a obrigatoriedade mensal não é de 120€, mas sim de 60€. Esta alteração produz, no entanto, um outro efeito importante, que convém especificar. Quem só pagar 60€ por mês, só recebe comissões de 2 em dois meses. As comissões são pagas de cada vez que forem atingidos 100cvs, e 60€ só nos dá direito a 50cvs. Concorda comigo? (já sei que há outras formas de ganhar CV's, mas não quero complicar o esquema por enquanto). Portanto, e no que respeita aos gráficos que estou a apresentar, a alteração significativa é a periodicidade dos cálculos. Passou a bimestral, em vez de mensal. Não tenho de alterar nenhuma imagem.

Que fique registado, qualquer membro aderente não é posto na rua se não pagar a mensalidade. Só é posto na rua se não pagar nada ao fim de três meses.

Uma pergunta: isto inclui o pagamento inicial, ou é só as prestações mensais? Posso não pagar a taxa de adesão e ficar na rede durante três meses? (esta informação reveste-se de fundamental importância, porque é como que uma salvaguarda para quem se inscreve. Sempre poderá experimentar durante três meses a ver o que dá, se assim for.)

Quanto ao saldo da Agel, e se reparar, tenho tido o cuidado de utilizar o termo "receita" em vez de "lucro". Claro que para se chegar ao lucro temos de tirar os custos de fabrico, de transporte, de publicidade, etc. etc. O que eu tenho pena é que a Agel não queira pagar o que todas as empresas honestas pagam com os CUSTOS DE DISTRIBUIÇÃO DO PRODUTO num MERCADO CONCORRENCIAL LIVRE, tipo: para as lojas e outros estabelecimentos em que tenham de concorrem com outros produtos.

Cumprimentos,

Hugo Rodrigues disse...

neste momento nao tenho muito tempo para andar por aqui a escrever, mas só queria dizer que não é nada disso de receber de 2 em 2 meses, pode comprar apenas 1 caixa de produto por mes e recebe todos os meses na mesma, só que 1 caixa por mes nao dá direito a todas as compensaçoes, encomenda 1 por mes da direito á venda a retalho, bonus de inicio rapido, bonus sobre equipa menos, etc, apenas nao dá direito ao bonus alavancado, mas ao incio até se atingir 2000VC na perna mais curta nao va-le a pena encomendar 2 caixas, pois teremos os mesmos bonus encomendando 1 ou 2 caixas, apartir do momento que temos pelo menos 2000VC na perna mais curta ai sim começar a encomndar 2 caixas por mes de forma a que se tenha direito tambem ao bonus alanvacado.

o investimento inicial pode ser recuperado num periodo até de 30 dias, acho ser um tempo rezoavel para que a pessoa veja se se consegue mexer no negocio do MMN ou nao, quem ainda tiver na expectativa relatimente ao desenrolar do negocio, pode estar até 3 meses sem encomendar nada até que seja retirado do negocio, e do meu ponto de vista, uma investimento de 230€ num negocio destes nao é nada, e ainda recebe 4caixas de produtos em casa (existem pessoas que falam mal dos produtos, ah e tal é um gel nao sei do que só lhes dao um saber e tá andar... quem acredita nesta palavras é porque tem uma cabeça muita fraquinha e nao consegue pensar por si) eu proprio confirmo a veracidade do produto OHM que eu tomo á 3 semanas e acredite que vejo os resultados, dos outros nao falo porque nao tomo nem ninguem da minha familia toma, por isso cada um tira as suas conclusoes...

cumprimentos

Pedro Menard disse...

Duas perguntas:

Em relação às comissões - se só pagarmos 60€ por mês, há ou não direito a comissões mensais logo de início? (ou temos de atingir 100cvs, o equivalente a 120€ de produto; ou ainda: temos de ter 2000cvs no braço mais curto até começarem a cair as comissões)

Na "venda a retalho" - O senhor tem estabelecimento comercial / licença para venda de produtos alimentares/saúde? É dessa forma que está a pensar vender o produto? (a mim cheira-me mais que não há vendas nenhumas para fora da rede e que o produto é todo para consumo próprio ou para oferecer a amigos e familiares).
E ouvi dizer que o próprio produto ainda não estava sequer em condições de ser comercializado...

Cumprimentos,

Hugo Rodrigues disse...

em repostas ás suas questoes...

"Em relação às comissões - se só pagarmos 60€ por mês, há ou não direito a comissões mensais logo de início? (ou temos de atingir 100cvs, o equivalente a 120€ de produto; ou ainda: temos de ter 2000cvs no braço mais curto até começarem a cair as comissões)"

R: É assim pode comprar apenas 1 caixa por mes e receber as comissões na mesma, imaginemos que entrava dia 1 de Dezembro, logo em Dezembro não necessita de efectuar nenhuma compra extra pois já efectuou a compra de 4 caixas no caso do pacote pessoal, logo pode fazer a próxima encomenda só no dia 25 de Janeiro, ou seja tem quase 2 meses (55 dias +-) para efectuar a sua primeira compra. É preciso atingir os 100VC/mes para quem quiser receber o Bónus alavancado, se quiser receber dos outros basta 1 caixa de produto (50VC).
Claro que recebe até chegar aos 2000VC na perna mais curta, como já disse estes 2000VC são apenas a condição para se entrar no bónus alavancado..

"Na "venda a retalho" - O senhor tem estabelecimento comercial / licença para venda de produtos alimentares/saúde? É dessa forma que está a pensar vender o produto? (a mim cheira-me mais que não há vendas nenhumas para fora da rede e que o produto é todo para consumo próprio ou para oferecer a amigos e familiares).
E ouvi dizer que o próprio produto ainda não estava sequer em condições de ser comercializado..."

R: Olá por acaso até tenho um estabelecimento comercial, um minimercado, e sim é através deste estabelecimento que estou a pensar futuramente vender os produtos, sim digo futuramente porque neste momento ainda não é legal colocar os produtos em venda ao publico, por isso é que nós distribuidores da agel só consumimos dentro da rede, família e amigos, isto porque para já porque ainda não têm rotulagem em português, entre outras coisas que estão a ser tratadas, para que o produto possa passar a ser comercializavel igualmente como são todos os outros que existem por ai no mercado.
Mas convém salientar uma coisa, os distribuidores da agel não estão a cometer nenhuma ilegalidade ao obter esses produtos, porque é legal comercializar estes produtos pela internet, quero eu dizer com isto directamente á fabrica empresa que os fabrica, qualquer pessoa pode comprar esses produtos sem estar a cometer nenhuma ilegalidade, desde que seja distribuidor agel, mas o tempo previsto para que os produtos possam começar a ser comercializáveis no mercado português é fins de Janeiro princípios de Fevereiro, eu estou desejoso de colocar os produtos em venda ao publico para ver qualquer será a sua saída…


e já sabe sempre que tiver alguma duvida e eu lha souber esclarecer (porque não sei tudo, há sempre algo que deixamos passar) é só perguntar que eu passo por aqui e respondo-lhe…

e já agora acho bem estar a construir este site para tirar as suas duvidas, porque sei que quando tiver todas as suas duvidas dissipadas, não gosto de fazer comparações, mas irá ver que a agel é tão legal como a Herbalife ou Avon ou outra empresa do género MMN..

esses gráficos que andou a construir estão muito próximos da realidade, mas quem entra também o sabe, que os últimos estão sempre a perder, por isso é que se recruta os distribuidores independentes, não é estar a enganar o próximo como já ouvi por ai, é sim estar a dar a oportunidade de ter um bom rendimento, como já disse atrás a pessoa pode ter até 30 dias para ser reembolsado se vir que o negocio não da para si, 30 dias chegam e sobram para ver se a pessoa tem o perfil certo para este tipo de negocio, nem todas as pessoas tem capacidade de ganhar dinheiro no MMN, é como tudo o Figo sabe jogar futebol, mas se calhar não era capaz de convencer uma pessoa a comprar um pacote de bolachas por exemplo, cada um tem a sua vocação.

Diz-se também que quando já não houver pessoas para entrar na AGEL, na minha opinião ainda falta muito tempo para que tal aconteça, as pessoas dos últimos níveis como estão a perder dinheiro vão sair e entretanto a arvore começa a destruir-se, isso não é verdade porque de facto, quando já não existirem pessoas para entrar na AGEL, as pessoas de últimos níveis terão de fazer o mesmo que fazem, os das outras empresas que já estão saturadas, e o que é isso é VENDER O PRODUTO, sim é isso que vai dar lucro ás pessoas dos últimos níveis, e o produto tem de ser bom se não ai sim ninguém conseguia vender o produto e ai sim a empresa ia entrar no descalabro, mas como já disse os produtos da agel são bons, não digo que são uma água benta que anda a fazer milagres, para mim são iguais aos outros que ai andam, mas esses que ai andam é em forma comprimidos, etc, o que a agel tem de bom é ter convertido esses ingredientes (vitaminas, minerais, etc) em forma de gel, ai sim está o segredo, porque o que vem no gel já existe em forma de cápsulas, comprimido, etc..

cumprimentos

Anónimo disse...

Um conselho, sr. Mrnard, deixe-se de minhoquices e passe ao que interessa. este artigo está confuso demias para enteder. Há muitas voltas em torno do pacote básico que não fazem falta para nada. A mensagem perde-se por causa disso. Limite-se a explicar a piramide e meta alguns valores só para se perceber. O resto é conveersa desnecessária, e os ageliacos estºao a pegar por ai para o criticat.

Pedro Menard disse...

Senhor Hugo Rodrigues,

Em primeiro lugar deixe-me felicitá-lo pela conversa entendida que tem tido comigo. É complicado arranjar alguém da Agel que queira discutir ou trocar ideias numa base de entendimento mútuo e respeito (tendo em conta que não me vou por numa reunião a berrar que isto e aquilo é desonesto, porque acho que não saía de lá vivo :)).

Vamos por partes: O que é, ao certo, o "bónus alavancado"? Estarei a confundir esse bónus com as comissões que ganhamos do braço mais curto? Ou seja, aqueles 10% do total de compras feitos pelo braço mais curto, e que apresento nos gráficos, é esse bónus? Já estive a olhar para as várias explicações que há por aí na net, mas não consigo ficar esclarecido em nenhuma delas.

Quanto ao estabelecimento comercial e à venda de produtos, tenho várias coisas para lhe dizer:
1 - Não sei se leu o documento de "termos e condições" que a Agel disponibiliza na sua página (http://default.agel.com/pdfs/company_policies_procedures.pdf).
Gostaria que olhasse com atenção para o ponto 15.11 e sub-alíneas. Esse ponto afirma com exactidão que o produto não pode ser vendido em estabelecimentos de retalho ("retail outlets", como é o caso do seu mercado; e com particular insistência em farmácias e lojas de artigos de saúde); mas não proíbe os donos de tais estabelecimentos de estarem inscritos na Agel. Curiosamente, no capítulo dedicado às "sales" (o 8º), nada é dito quanto ao local e forma de venda. É tudo muito estranho, não acha?
2 - Há de concordar comigo que a maior parte dos inscritos, de facto, não tem, nem pensa vir a ter, nenhum estabelecimento de venda aberto ao público. Mesmo que fosse permitido vender o produto nesse estabelecimento. As pessoas estão-se a inscrever apenas e só porque têm promessas de vir a ganhar dinheiro através da pirâmide. Não tente sequer negar isto, porque não acreditarei em si.
Mesmo que me diga que 1% dos inscritos estão na rede porque gostam do produto e o querem vender aos outros eu acho que já é um valor muito elevado.
3 - Eu ainda não usei a palavra ilegalidade em lado nenhum e não estou a acusar a Agel, para já, e ninguém inscrito na Agel de estar envolvido em/a cometer nenhuma ilegalidade. A única coisa que estou a dizer é que este negócio todo é uma fraude deliberadamente montada pela Agel para SACAR dinheiro a toda a gente, mesmo que alguns fiquem também a ganhar com isso (faz parte do plano, como é óbvio - há que dar dinheiro a alguns, nem que seja para servirem de exemplo para aliciar os outros).

Quanto ao fim da pirâmide, e aos distribuidores independentes, e às pessoas que ficarem nos últimos níveis quando estivermos na saturação, e conforme aquilo que disse anteriormente, estou em completo desacordo consigo. Ninguém se vai pôr a vender o produto para pagar a mensalidade ou rentabilizar o investimento(bem.. talvez um ou outro, mas a grande maioria vai deixar de o comprar). Mas isso já é o assunto para a minha próxima mensagem.

Como o senhor é mais entendido que eu quanto ao esquema de bónus das comissões, vou acreditar em si e vou deixar os "gráficos" como estão. Já reparei que há mais pessoas a reclamar da confusão das explicações, e vou ver se corrijo uma boa parte do texto, para as tornar mais simples.

Obrigado pela sua participação.

Anónimo disse...

Caro Pedro

Aguardo ansiosamente a sua demonstração matemática que confirmará o que a lógica nos induz a concluir.

Se precisar de ajuda a simular alguns cenários - diga - terei todo o gosto em contribuir.
Abraço
ANONIMO

Hugo Rodrigues disse...

vou entao esperar que coloque aqui mais algumas coisas, para que lhe diga a minha opiniao, entretanto vou lhe responder a uma coisa que perguntou na mensagem anterior,

"Vamos por partes: O que é, ao certo, o "bónus alavancado"? Estarei a confundir esse bónus com as comissões que ganhamos do braço mais curto? Ou seja, aqueles 10% do total de compras feitos pelo braço mais curto, e que apresento nos gráficos, é esse bónus? Já estive a olhar para as várias explicações que há por aí na net, mas não consigo ficar esclarecido em nenhuma delas."

Primeiro digo-lhe que para entender bem o negocio é melhor falar com alguem agel que já seja experiente no negocio, ninguem como eu que só estou á 3 semanas, e para responder mais directamente, o bonus alavancado nao tem nada haver com o bonus dos 10% sobre equipa menor, recebe os dois bonus ao mesmo tempo é acomulativo, recebe 10% da equipa menor + as respectivas percentagem dos respectivos niveis de patrocinados (bonus alavancado)...

vou ler melhor a sua mensagem, para ver se esclareço mais alguma coisa..

cumprimentos

Hugo Rodrigues disse...

na minha opiniao é uma falha um pouco grave ainda nao terem contratado alguem competente que traduzisse os termos e condiçoes para a ligua portuguesa, dado que o mercado portugues é teoricamente o segundo mercado maior da agel, o primeiro é logicamente os EUA, era ensecial ter uma pagina como a www.agel.com em portugues e tudo o resto em portugues, é verdade que a agel está á apenas 1 ano em portugal, ainda é preciso fazer muitas coisas para que tudo esteja como se quer, mas penso que com o tempo tudo vai ao sitio...

nao conheço os termos e condiçoes todos, sei pouco de ingles, ainda o estou a ler, vou lendo com a ajuda de um tradutor, por isso disse que era uma falha ainda nao existir os termos em portugues...

os produtos da agel nao se vai ficar por estes suplementos em gel, já foi lançado produtos para nutriçao da pele, e ainda irao ser lançados outros, porque com estes de certo que ninguem conseguiria ter lucro a vender, mas com todos os que irao sugir em conjunto com os que já existem, sim irao proporcionar uma vasta gama de produtos para que possam vender...

cumprimentos

Cleo disse...

Caros,

Do que andei a estudar, numa faculdade de economia, quando se falava de venda implicava um BEM (coisa).
Ora, começa-me logo a cheirar a esquema quando um negócio NÃO PUBLICITA o seu bem (produto) mas sim as vantagens financeiras de colocar pessoas/revendedores num esquema piramidal.
A Receita mensal das pessoas revendedoras da Agel não advém da venda de qualquer produto (ou gamas de produtos/serviços) mas sim do "consumo dentro da rede" do mesmo (ipsis verbis)...

As empresas e os empresários fazem-se com esforço, honestidade, rectidão, e claro, também sentido de oportunidade.
Mais dia menos dia, a bolha Agel irá rebentar, tal como a Herbalife, Amway... É apenas uma questao de tempo...

"Podemos mentir a algumas pessoas todo o tempo, ou a todas as pessoas algum tempo, mas nunca a todas as pessoas durante todo o tempo"...

Anónimo disse...

O mote deste blog diz tudo... encara á partida esta actividade como obscura e fraudulenta, embora ao longo do post inicial denote uma falta enorme de conhecimento do projecto, dos productos, do sistema de pagamento , etc.

Mais, começa por chamar aos produtos AGEL "pacotes de sumo"...

Pode ser que quando este blog tenha centenas de opiniões positivas sobre a AGEL, o mote possa mudar.

Curiosamente (ou não), das poucas opiniões negativas sobre a AGEL que se encontram na web, todas elas são redigidas ou por pessoas que não estão na AGEL, ou que nem nunca estiverem ligadas ao marketing multi-nível, ou então o que tb se costuma encontrar... pessoas que estão ligadas a empresas "concorrentes".

Enfim, eu só posso exprimir a minha opinião pessoal.
Estou ligado à AGEL há 3 meses, estou a ganhar pouco dinheiro (este mes vou receber perto de 500 euros), mas acho que tem bastante potencial. Sei de pessoes que entraram há 6 meses e estãoi a gnahar mesmo muito dinheiro.

Para alem do aspecto negócio, eu gosto dos produtos, não os encaro como pacotes de sumo.. o OHM é um fantástico substituto de Red Bull.
E o FIT a mim resulta tb.. dando o desconto a um possível efeito placebo, eu emagreci com o FIT, e continuo a tomar outros produtos e gosto.

Ao contrário do que foi dito tb num dos posts que li, a marca faz campanhas solidas de promoção dos seus produtos, em detrimento de promover apenas o negocio em si.
Mas o modelo de negócio é realmente bom, porque corta o elemento "intermediário" que habitualmente fica com a maior fatia dos lucros.
A AGEL vende directamente aos seus clientes, prescindindo dos distribuidores e lojas que ficam cada um com fatias enormes do valor envolvido no processo. Desta forma, pode pagar aos seus clientes e fazer com que ganhem dinheiro.. para mim, tem lógica.

Se em Portugal isso acontece (as pessoas esquecerem da qualidade dos produtos), é talvez porque as pessoas estão tão desesperadas financeiramente, que apenas vem isto como um negocio. Essa imagem talvez passe, posso concordar com isso.


Em relação aos lucros da AGEL, fico feliz que que os tenha e que sejam cada vez maiores, para poderem manter a empresa solida e continuarem a pagar bem aos seus clientes/parceiros.


Eu entretanto já recebi caixas de produtos com a bula em português.
Nos EUA, os produtos ainda não foram aprovados pela FDA, porque esta instituìção demora aproximadamente 9 anos a dar qq tipo de autorização/apreciação de produtos, e a AGEL ir apenas em 3 anos de actividade.

O único ponto negativo que posso apontar a AGEL é o facto de, devido ao crescimento inesperado que teve na Europa, e específicamente em Portugal, estarem a demorar um pouco a entregar os produtos. Espero que se resolva rapidamente, porque não é positivo para o negócio.

Se alguem me quiser contactar envie um email para: onhcet@hotmail.com


Bom Ano.
Paulo Pereira

Pedro Menard disse...

Caro Paulo Pereira,

Reconheço a minha inicial falta de informações sobre a generalidade dos assuntos em discussão - incluindo os que discuto nesta mensagem sobre a expansão da piramide. A sua crítica é perfeitamente válida e aceitável no que concerne a estes primeiros tópicos.

Deixe-me no entanto salientar duas coisas:

1) Este meu estado de ignorância total era partilhado pelas duas pessoas que me quiseram vender o negócio, algo que não abona nada a favor do esquema - o recrutamento na Agel é completamente descontrolado - não há nenhuma preocupação com a formação e informação dos novos membros - o que interessa mesmo é metê-los na rede. Mais: as informações que são diponibilizadas em muitos sites de colaboradores da Agel são puras tentativas de manipulação de dados, conforme o artigo que estou a escreve neste momento.
Admito os meus erros, devia-me ter informado melhor, mas não me considero o único responsável por essas faltas. Acho importante esclarecer este ponto e ao mesmo tempo deixar as mensagens inalteradas, com os erros e tudo.

2) Desde essa altura até agora, e passaram quase três meses, cultivei-me enormemente, pesquisei e aprendi tudo e mais alguma coisa sobre os assuntos em questão, num errando obsessivo de proporções quase jornalísticas, e pude confirmar que muitas das minhas suspeitas eram reais - a Agel opera de facto um esquema de contornos piramidais, muito bem aconchegado no conceito de MLM - E OS PRÓPRIOS MEMBROS NÃO SE APERCEBEM SEQUER DISSO - Acham que uma rede de consumo é o procedimento correcto e legal.

Há muita gente a ganhar dinheiro, é natural, a fase é de expansão, mas um dia vai terminar, na minha opinião. Entretanto, e enquanto esse dia não chega, vamos à conquista do Brasil, o mercado necessário para que o negócio não se fine logo por Portugal...

Cumprimentos,

Pedro Menard